Mês: dezembro 2019

Floricultura Winge é agraciada com Diploma Honra ao Mérito

A Floricultura Winge Agrícola e Comercial de Plantas Ltda recebeu na tarde desta sexta-feira (06/12) o Diploma Honra ao Mérito da Câmara Municipal de Porto Alegre, que foi proposto pelo vereador Mendes Ribeiro (MDB). A homenagem à floricultura, fundada em 1886 e que em 2019 completou 133 anos, ocorreu no Plenário Otávio Rocha do Legislativo e foi presidida pelo vice-presidente do legislativo, vereador Reginaldo Pujol (DEM).

Em sua fala na tribuna, Mendes Ribeiro destacou que a empresa possui valores que admira muito. “Eles possuem visão empreendedora, tradição familiar e amor pelo oficio, que é passado de geração a geração”, disse – lembrando que a Winge está localizada na Rua Dr. Mário Totta, no bairro Tristeza, em um local que mora no seu coração. “O bairro Tristeza foi onde meu pai se criou. Passávamos o final de semana inteiro lá. Na minha campanha para vereador em 2012, a floricultura foi um dos únicos lugares que meu pai, que já estava doente, me pegou pela mão e me levou para conhecer de perto o trabalho”, contou.

O parlamentar lembrou que, nesses mais de cem anos de existência, o local sempre primou pela inovação e modernização ao longo do tempo. “Hoje pela manhã fizemos uma reunião, aqui no Legislativo, sobre a lei de minha autoria e outros parlamentares que promove liberdade econômica. É tudo o que nós queremos: desenvolvimento social, desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda”, destacou, afirmando que a Winge representa tudo isso.

Para concluir, Mendes afirmou que se orgulha e se emociona ao lembrar do dia em levou o convite para homenagear a floricultura. “Walter (proprietário) encheu os olhos de lagrimas, mas não quis o reconhecimento só para si, mas para toda a família”, concluiu, cumprimentando a família por todo o serviço prestado à cidade e, em especial, ao bairro Tristeza. “Parabéns por contribuírem para que Porto Alegre seja melhor e mais humana”, finalizou.

WINGE

Walter Winge, administrador, um dos proprietários da floricultura e neto do fundador, fez uma apresentação contando sobre o início da empresa. “Josef Winge foi um juiz alemão aposentado que se mudou para o Brasil. Junto com a família, ele se instalou em um pedaço de terra da Zona Sul de Porto Alegre e iniciou um viveiro de frutíferas”, relatou. De acordo com Walter, Josef não tinha nenhuma formação na área, porém tinha uma visão empreendedora, e foi aprendendo as técnicas agrícolas de forma autodidata, por meio de livros.

“Ele ajudou a construir a cooperativa de produtores de Porto Alegre, escrevia em um jornal para a população alemã, em alemão, e defendia o estudo técnico. Viajava pelo interior e, em cada casa de comércio, nomeava um representante que mandava os pedidos pelo correio, e as mercadorias eram despachadas para todo o interior por via férrea”, relatou, destacando que foi assim que, ao longo de quatro gerações, transformaram a área da Tristeza em um garden center. Ao final, ele agradeceu a todos os funcionários, clientes, familiares e parentes que contribuem para que a empresa tenha continuidade. “Obrigado por tudo, estou muito feliz”, disse.

Também prestigiaram a sessão: Vera Winge; Marie Rita Winge; Jairo Lorena, funcionário da floricultura há 41 anos; o secretário municipal de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário; o presidente do Sindilojas de Porto Alegre, Paulo Kruse; e Valdecir Ferrrari, presidente da Associação Rio-Grandense das Floriculturas.

TextoLisie Bastos Venegas (reg. prof. 13.688)

EdiçãoCarlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

Reunião Pública Liberdade Econômica

Nossa reunião pública sobre a Declaração Municipal de Direitos de Liberdade Econômica!
As alterações e modificação cultural que esse projeto representa aos empreendedores de baixo risco são inúmeras. Certamente, iria cansá-los (textão) em meio a tarde de uma sexta-feira, elencando aqui. É algo que merece extrema atenção de todos.
Então, quem desejar, nos peça através do e-mail comunicaomendesribeiro@gmail.com, o material que detalha de forma didática (sem juridiquês burocrático) os benefícios que almejamos para Porto Alegre: a presunção da boa fé, a aprovação tácita (chega de ausência de prazos e pessoas aguardando um papel para ter o direito de faturar), dentre outros…
O mais importante de hoje, o apoio recebido, grato pela presença: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), La Mafia (La mafia barbearia), Instituto de Estudos Empresariais (ieepoa), Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre (Sindilojas Porto Alegre), Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA-RS), Pilecco Nobre Alimentos (Arroz pilecco nobre), Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alegrete, Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE RS), Associação de Jovens Empresários (AJE POA) e Associação da Classe Média (ACLAME).

Scroll to top