Mês: junho 2020

1ª reunião da Frente Parlamentar da Prematuridade em 2020

Nesta sexta-feira, dia 5, a 1ª reunião da Frente Parlamentar da Prematuridade em 2020 tratou os efeitos, cuidados e infraestrutura para prematuros em tempos de pandemia, dúvidas dos pais e ações do município. O presidente da Frente, vereador Mendes Ribeiro, saudou os convidados e comemorou a realização da primeira reunião de 2020 “é uma grande satisfação, mesmo que online, poder darmos continuidade aos avanços que estamos fazendo com a causa desde o ano passado”. O presidente, ressaltou o trabalho que vem sendo feito com o Secretário de Saúde Municipal, Pablo Stümer, que agora passa a olhar aos alunos prematuros da capital.
Com a palavra, Denise, presidente da ONG Prematuridade.com, introduziu alguns temas a serem discutidos durante a reunião, os reflexos da pandemia aos pais e profissionais em relação a prematuridade. Aos pais; falta da fonte de renda; baixo estoque de leite materno; falta de informação e frequência das vacinações. Uma outra questão pertinente, é o controle de acesso aos prematuros nas UTI neonatais pelos pais e quais as orientações a serem seguidas. Para contribuir, Silvana Nader, responsável pelo Centro de Referência para o Método Canguru do Hospital Universitário de Canoas, neonatologista, reforçou a importância do contato pele a pele e o método canguru para a criação do vínculo e bem estar dos prematuros, que deve continuar sendo feito por aqueles pais que não tenham suspeitas da Covid-19. Aline Hennemann, vice-presidente da ONG Prematuridade.com, também refletiu “esse vírus também trouxe responsabilidade com o outro. A responsabilidade no ir e vir com segurança, os direitos e deveres e a importância da participação da família”. Outra preocupação é a falta de retorno a consultas, tanto de gestantes em grupos de riscos de partos prematuros, quanto de pais de prematuros no acompanhamento e vacinação dos filhos. Rita de Cássia, Especialista em Pediatria e em Neonatologia pela AMB/SBP, ressaltou “estamos em uma posição confortável, e isso não é bom por um lado, temos estrutura, equipes e treinamentos para suportar e realizar os procedimentos necessários em caso de gestantes com coronavírus, mas há muita falta de informação. É preciso intensificar” disse.
Nesse sentido, Letícia Boeira, representando a Primeira Infância Melhor, comentou o trabalho do PIM (que já foi tema da 4ª reunião, acesse) “nossa maior ferramenta é a visita domiciliar, que logo no início da pandemia foi suspensa, para isso nos reinventamos criando cards de informações mais lúdicas para famílias, desde o uso correto das máscaras a importância de manter a frequência de consultas” contou.
Alessandra Vaccari, Enfermeira especialista em Neonatologia e doutora em Saúde da Criança, aproveitou para falar da plataforma LEVi, Laboratório de Ensino Virtual em Enfermagem, criado para compartilhar as publicações, eventos e materiais digitais produzidos na Escola de Enfermagem UFRGS, e já obtém de 600 a 1000 acessos diários servindo como canal de comunicação entre a Escola de Enfermagem e a comunidade em geral. Com isso, Alessandra ficou a disposição para a elaboração de uma campanha que reforce às informações quanto aos cuidados a serem tomados, importância do segmento de tratamentos etc.
Ao final, Denise reforçou que na próxima Reunião atualizaremos os dados questionados nesta reunião, monitorando os efeitos e buscando novas alternativas. Participaram também o Presidente Frente Estadual, Deputado Thiago Duarte; representando a Secretaria Municipal da Saúde, Sonia Silvestrin; e
Representantes do Gabinete da Dep. Federal Liziane Bayer, Kamila Bento.
O link de participação da próxima da reunião pode ser pedido através do contato (51) 9200-3551.

Scroll to top